quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Eu quero saber Senhor!


Eu quero saber Senhor quantos anos será preciso para que os humanos percebam que o Mundo está se deteriorando ano a ano e, uma minoria festeja cada ano com suntuosas festas e, com falsidade se abraçam desejando um Feliz Ano Novo e no outro dia se encontram pelas ruas e nem se olham.
Eu quero saber Senhor quando vai acabar a maldade humana, pela prepotência política que estão deixando milhões de seres humanos morrerem de fome, é a desumanidade que prevalece. Será que eles ganharão, quando morrerem, os céus?
Eu quero saber Senhor, por que precisamos gradear nossas casas, com medo de estupradores, assassinos... Quem os fez assim? Talvez a desigualdade humana, a discriminação social e racial seja o ponto x da desgraça humana.
A ganância e o enriquecimento ilícito de muitas pessoas estão matando o amor e a esperança dos menos favorecidos, eles se revoltam por não terem, às vezes oportunidade de um mísero trabalho para sobreviverem, enlouquecem e saem à ruas fazendo besteiras e, se pegos, cadeia na certa e maus tratos. E os engravatados, com faculdade, suas celas são especias e comem caviar.
Portanto meus leitores, eu gostaria de todo o coração desejar-lhes um Feliz Ano Novo, desejo, mas não vejo expectativa de um ano cheio de pessoas boas, sem fome, com grandes florestas, sem terremotos, pois Deus está ficando irado com a sua criação.



terça-feira, 20 de dezembro de 2011

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Palhaço também chora



 Quando era criança adorava circos
Só para ver as palhaçadas do palhaço
Brincava com as crianças e quando chamava
Os pequeninos para as competições, imaginem...

Eu pulava as arquibancadas rapidamente
Para ser primeira a chegar  no picadeiro
Que saudade! Comer a maçã na linha, beber guaraná
Que delícia, pois guaraná não era bebida de pobre

Um dia... Antes do espetáculo começar
Consegui entrar no "camarim" do palhaço
Chorava copiosamente, então, perguntei
Por que chora? No picadeiro você é só alegria?

Ele pegou-me no colo e disse: palhaço chora
Eu choro os muitos problemas da minha vida
Choro, minha mulher que ontem me abandonou
 Tenho que trabalhar e, no palco fez todos rirem

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Amar é o melhor remédio


Saia dessa solidão que fere seu coração
Vá à procura de alguém para amar
Mas tome muito cuidado na escolha
Pois o amor tem que ser verdadeiro

Esse amor não tem idade tem muita força
Força para construir com você um ninho
Que deverá ser acochegante e feliz
Não por um mês e sim para vida toda

Quando um adoeçe, o outro enche de dengos
Chora sua dores da carne e tem esperança
Que qualquer dia o sol irá brilhar sua janela
Trazendo a cura, as alegrias do seu amor

Mas cada um tem o seu tempo de vida
Se um morrer o outro irá chorar muito
Mas lá do céu o outro irá dar de presente
 Outro amor, para sanar o vazio deixado

sábado, 3 de dezembro de 2011

Filhos, melhor não tê-los. Mas se não o temos, como sabê-lo?


Filhos quando pequeninos são dependentes de tudo e, vê a mãe ou o pai sempre cuidado dos banhinhos, dando papinha, levando ao médico, fazendo festinha de aniversários, muitos presentes e um incondicional amor. É a fase mais gostosa para os pais, pois eles os protegem,eles são uns mimos e nos agraciam com muitos beijinhos.
Chegou à hora de ir à escola, o primeiro dia chora, depois vai se acostumando e, geralmente são as mamães que os vão buscar, muitos carinhos. Por volta dos oito anos, eles querem ir à escola sozinhos, tem vergonha dos pais. Depois é que vem o pior: a adolescência, a escola é apenas um lugar para arrumar "amigos" e, muitas vezes os filhos são malcriados com os pais. Depois vão pra Faculdade, acabou a proteção, vão pelas cabeças dos "belos" amigos e, muitos acabam se perdendo na droga e, estudo que é bom nada. Os pais choram.
Quando eles percebem o tempo que perderam já é tarde, seus pais adoecem e morrem e, eles arrependidos vão ficar à deriva. Ou seja, ele mataram seus próprios pais!
Meus caros leitores, não vão dizer que estou errada, pois vejo muitos casos assim e me apiedo dos pais que sofrem envergonhados as loucuras dos filhos.
Como no tópico deste: Mas se não o temos, como sabê-los?

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Faça uma criança pobre feliz nesse Natal



Milhões de crianças esperando o Papai Noel
Parece que ele se esquece dos pobrezinhos
Como eles acreditam tanto no Papai Noel
Vamos todos sermos milhões de Papais Noéis

O correio está abarroado de cartinhas
Das muitas crianças pedindo um presentinho
Da uma passadinha lá e pegue sua cartinha
Se o que pediu for muito caro troque por outro

Agora se você tiver muito dinheiro sobrando
Vá alegrar as crianças das inúmeras favelas
Distribua brinquedos e alimentos pro corpo
Você será abençoado por Deus na sua vida

Na minha cidade tinha uma mulher muito caridosa
Saudosa" D. Quita "que em todos os natais
Presenteava todas as crianças pobres da cidade
Mesmo não precisando, batia o pé para ganhar presente


FELIZ NATAL A TODA A HUMANIDADE
É O QUE DESEJA
DORLI

Mulher paixão


Mulher que transpira meu corpo de paixão
Sua boca sensual é cor da rosa vermelha
Me enlouqueço pensar em perdê-la
Às vezes fico em devaneio no trabalho
Seus cabelos acariciam meu rosto
Seus fortes beijos me levam ao delírio
Sua voz macia me embriaga de desejos
Meu amor: eu morro se me abandonar
O tempo vai passando e o amor mais forte
Me trata com carinho, me chama de meu amor
Eu a pego no colo, a rodopio no ar até aguentar
Após a loucura um abraço forte e um beijo sem fim
A noite chega saímos para ver a lua e as estrelas
Ela fala maliciosamente: faça um grande pedido
Eu respondo: quero você até a morte chegar
Ela fala com veemencia: eu não vou abandoná-lo
O fruto do nosso amor logo vai chegar: amoleci