sexta-feira, 14 de abril de 2017

A saudade



Muitos anos se passaram, a saudade persiste em ficar. Eu cá, só, debruçada no sofá, abraço o travesseiro e volto ao passado querendo saber o motivo da separação. Nós nos amávamos.
A sala está vazia, os anos pesam meu corpo no sofá, gélido pelos dias maus vividos,  fecho os olhos e vejo nossos momentos felizes; entristeço.
Mas, dos meus olhos não saíram lágrimas, você as levou quando me disse: acabou. Vi que dos teus olhos duas lágrimas caíram. Sumiu até hoje sofro de saudades de ti, fecho os olhos  e revivo aquele amor, os momentos de loucuras na praia à noite. Que saudades! Estava doente e não quis morrer perto de mim. Quis me poupar.
Hoje, sozinho na tumba, eu no sofá esperando a morte chegar para nos encontrarmos em outro plano. Quiçá!

6 comentários:

  1. Bom dia, Dorli!

    Realidade ou ficção, o conto está, para além de mto bem escrito, elaborado com muita imaginação e até parece que aconteceu com alguém, que conhecemos de perto.
    Há como que uma "identificação" à nossa pessoa, que pode, obviamente, ser mera coincidência.

    Não tem problema. Apreça, quando desejar. Será sempre bem-vinda!

    Muito obrigada pelo elogio à minha foto. Você, tb, é ainda (não estou lhe chamando "velha", mas depois dos 50, se perde alguma da beleza física, naturalmente) uma mulher bonita e sobretudo mto inteligente.

    Beijos e de novo, te desejo uma Feliz Páscoa!

    ResponderExcluir
  2. Um pouco triste mas lindo!!! Bj e Santa Páscoa

    ResponderExcluir
  3. Triste, mas lindo de ler!

    PARA SI/TI, E TODOS OS FAMILIARES E AMIGOS, UMA SANTA E FELIZ PÁSCOA. QUE A PAZ RESIDA NOS VOSSOS CORAÇÕES.
    .
    ABRAÇO-VOS COM AMIZADE E CARINHO

    ResponderExcluir
  4. Olá, Dorli, eu, de novo!

    Ainda não publiquei comentário nenhum, hoje, portanto o seu também não, mas vou passa-lo, já de seguida.

    Fique bem!

    ResponderExcluir
  5. Dorli um conto triste,mas com grandes verdades.
    Pessoas que perdem seus amores e ficam à espera da morte para poder reencontrá-los.
    Quiça!Esses reencontros serão realizados,mas isso quando o Mestre permitir a viagem daqueles que ainda fazem parte da vida terrena,somente Ele saberá o dia e a hora.
    Bjs amiga e uma Feliz e Páscoa.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir